Blog

Analista de Relações Internacionais

O analista de Relações Internacionais é um profissional que atua na promoção e defesa dos interesses da empresa para qual atua. Atualmente as empresas buscam profissionais com habilidades múltiplas, com conhecimento de economia, política, direito, marketing e comércio exterior, e o graduado em Relações Internacionais tem entrado no mercado de trabalho para atuar em empresas que buscam justamente esse perfil.

Muitos dos próprios estudantes de Relações Internacionais não conseguem se ver como analistas e também questionam a validade do termo, preferindo se denominarem como “internacionalista”. Ambas as formas estão corretas, entretanto nas ofertas de emprego que encontramos por aí, o primeiro termo é o mais utilizado.

Por se tratar de um curso que está buscando uma identidade própria, talvez o termo “internacionalista” seja mais coerente. Mas para o mercado de trabalho, que busca profissionais capacitados como analistas de relações internacionais, ter formação como Bacharel de Relações Internacionais, não é um critério obrigatório, podendo ter qualquer formação, desde que o postulante ao posto de trabalho tenha as qualidades e habilidades que a profissão requer.

O Analista de Relações Internacionais deve ter a capacidade de entender o contexto da empresa, as características do mercado que ela atua. Esse profissional pode ser formado dentro da própria empresa para atuar na defesa dos interesses estratégicos da companhia.

Algumas habilidades são importantes do Analista de Relações Internacionais:
  • Domínio dos idiomas relacionados ao ramo de atividade da empresa que se pretende atuar. Não basta apenas saber falar inglês em muitos casos.
  • Capacidade de se relacionar com diferentes culturas. Uma das melhores formas de desenvolver essa habilidade é viajando e conversando com pessoas de diferentes países, e em especial de locais para os quais a empresa atua.
  • Domínio de ferramentas de análise estatística para elaboração de estudos e relatórios. Basicamente, sem chances de errar, é preciso ter conhecimentos avançados de Excel (ou de outro editor de planilha).
  • Ter interesse no produto ou serviço ofertado pela empresa e seu segmento. É necessário ser consumidor do produto que está vendendo para saber defender bem. As empresas vão valorizar muito profissionais que se interessam pelo que elas fazem.
  • Gosto por aprender e estudar. O analista tem que estudar e se atualizar sempre sobre o que acontece no mundo  e, em especial, nas esferas de atuação da empresa.

Deixe uma resposta